Rua 14, 2084, Centro
Jales/SP - CEP:15700-086

+ (17) 3621 4244
+ (17) 99709-4198

Seg a Sex das 7:30h as 18:30h
Sábados 8:30h as 12:00h

Ressonância Magnética

Ressonância Magnética

A Ressonância Magnética é um exame que reproduz imagens de alta resolução e clareza, em três dimensões (3D), de qualquer parte do corpo. O exame é totalmente indolor. O equipamento de altíssima performance, tem alto poder de investigação e acuracidade de patologias, muitas vezes difíceis de se detectar através de outros métodos existentes. A precisão do exame é utilizada em patologias do sistema neurovascular, da coluna vertebral, musculoesquelético e suas articulações, da mama, do tórax, do abdome, próstata, avaliação de todo o sistema vascular, avaliação e viabilidade do coração, entre outras.

Pede-se que você use roupas confortáveis, sem botões metálicos ou zíper, porque objetos metálicos afetam a qualidade das imagens. Em alguns casos, você será orientado para trocar sua roupa por um avental hospitalar. Pede-se que você retire qualquer jóia, maquilagem, prótese metálica ou cartões magnéticos.

Preparativos para o exame

Alguns exames de Ressonância Magnética (RM) exigem a administração de um contraste - um líquido que acentua as imagens dos seus órgãos e/ou vasos sanguíneos. Depois do exame, o contraste será eliminado do seu corpo através da urina. Um especialista o colocará na posição adequada na mesa de RM e um dispositivo chamado de Bobina de RF será colocado ao lado ou em volta da área de interesse do exame, como, por exemplo, o ombro, cabeça ou joelho. Esta bobina é usada para receber as imagens do seu corpo . A seguir, o operador vai colocá-lo dentro do magneto, movimentando a mesa para dentro. Este magneto contém um altíssimo campo magnético que ajuda a produzir as imagens do exame, sem emitir qualquer tipo de radiação.

Durante o exame:

A mesa da RM na qual você está deitado deslizará suavemente para dentro do magneto, onde permanecerá durante todo o exame. O técnico sairá da sala, mas ficará em constante contato com você através de um aparelho de comunicação interna. Relaxe e permaneça o mais imóvel possível. Em caso de qualquer desconforto haverá uma campainha para você fazer contato com a equipe.

As imagens captadas através da RM variam de acordo com o exame. Cada parte do exame de RM pode durar até 10 minutos e a duração do exame completo pode levar de 15 a 50 minutos. Durante este período dúzias de imagens são produzidas. Durante o exame você ouvirá um barulho parecido com batidas em intervalos regulares.

Isto significa que as imagens estão sendo tomadas e principalmente durante o barulho você deverá permanecer bem imóvel. Geralmente, antes do início do exame, o técnico lhe dará protetores para o ouvido ou um fone especial para reduzir o barulho. Em alguns equipamentos é possível até mesmo tocar sua musica predileta para ouvir durante o exame. Quando acabar o exame, as imagens da RM serão revistas, seja em filme ou em um monitor, pelo radiologista, que então emitirá um laudo. 

Como se preparar

Geralmente, será entregue ao paciente um questionário que deverá ser preenchido antes do exame. É muito importante que isto seja feito com a maior precisão possível. Na maioria das vezes, você o preencherá junto com o seu médico ou especialista. A necessidade de precisão nas respostas é vital, porque existem vários aspectos do seu corpo que podem impossibilitá-lo de realizar o exame de RM, como, por exemplo, implantes de cirurgias prévias, placas de metal, marcapasso etc.

Ultrassonografia Geral

Ultrassonografia Geral

O método 3D / 4D abre um leque de possibilidades aliada à alta tecnologia. Imagens tridimensionais de feto e anatomia interna do corpo humano podem ser visualizadas em tempo real com nitidez similar ao que o olho humano é capaz de enxergar. A precisão permite detectar inúmeras anomalias e síndromes em fetos. A Ultrassonografia 4D pode ser utilizada em diversas especialidades médicas para realização de exames de fígado, vesícula, rins, baço, vasos abdominais, tireoide, mama, próstata e obstetrícia para avaliação mais detalhada.

A maioria dos pacientes em geral não sofre de dores ou desconforto durante o exame de ultra-som. Uma pequena quantidade de gel (gelatina) é aplicada sobre a superfície da pele para remover o ar e permitir a transmissão de ondas sonoras através do corpo. O transdutor é movimentado lentamente ao longo da superfície da pele aplicando-se uma compressão constante. Transdutores para o estudo de cavidades internas (endocavidades) são inseridos nas cavidades do corpo, o que permite a tomada de imagens de órgãos como ovários e útero (endovaginal) ou próstata e vesícula seminal (endoretal).

Densitometria Óssea

Densitometria Óssea

A osteoporose é a perda anormal da massa óssea. O interior do osso possui poros que aumentam com a doença, tornando-o menos resistente, o que favorece a ocorrência de fraturas, até mesmo espontâneas. Ela afeta principalmente as mulheres (na proporção de 5 para 1 homem), progride com a idade e está relacionada à perda de hormônios na menopausa. Em estágio avançado, a doença causa: dores ósseas, deformidade da coluna, restrição de movimentos e invalidez.

O exame de densitometria óssea realizado pela CRi, mede com rapidez e precisão a densidade dos ossos. O resultado é comparado com padrões para idade e sexo. Ao realizar o exame, é possível avaliar o grau de osteoporose, indicar a probabilidade de fratura, possibilitar a obtenção da curva de perda óssea através do tempo (quando a avaliação é feita periodicamente) e auxiliar no tratamento médico.

RAIO X DIGITAL

Raio X 100% Digital

Apesar da constante evolução da medicina, o exame de raios x ainda é muito solicitado pela classe médica por se tratar de um exame simples e eficaz. Os raios x, na área da saúde, são usados para visualizar imagens de nosso corpo. Eles têm a propriedade de atravessar, com facilidade, materiais de baixa densidade, como o tecido muscular, e serem absorvidos por materiais de densidade mais elevada, como o cálcio, presente nos ossos do corpo humano. Assim sendo, podemos dizer que o exame radiográfico auxilia o diagnóstico, colaborando no plano de tratamento.

Como são feitos os principais exames de raios-x?

Em um exame de raios x são feitas imagens de vários planos para detectarmos, por exemplo, fraturas de ossos. É por isso que normalmente durante o exame, é solicitado que o paciente realize o procedimento em mais de uma posição.

A evolução tecnológica possibilita, cada vez mais, o desenvolvimento de Equipamentos mais precisos e que emitem menos radiação, tornando tais exames mais seguros e cada vez mais eficientes.

Atualmente os exames do Centro Regional de Imagem de Jales são realizados de forma digital, ou seja, consistem em adquirir imagens digitalmente através de um detector plano com pós-processamento de imagens e envio a impressoras ou câmaras laser conectadas em rede.